2 de abr de 2009

Se o sapato não servir, plante-o!

A Alamo Square é uma praça no alto de um dos tantos morros de San Francisco. O visual do hoizonte é lindo, com vista para a baía e prédios famosos, o bairro é patrimônio histórico com casario vitoriano super bem conservado. Mas a melhor surpresa da Alamo Square está bem no coração da praça, escondida de olhares fugazes e longínquos: o jardim de sapatos, um jardim que faz as pessoas rirem pelo inusitado, pela sensibilidade e beleza.


Mini rosas plantadas dentro dos sapatos vermelhos de bebê, cebola e salsinha em bota de cowboy, suculentas em tênis, patins com tulipas, salto alto e margaridas. Coisas que, um dia, pertenceram aos vizinhos do Alamo District, “gay, preto, branco, donos de cachorros, quem quer que seja”, diz David Clifton, o responsável pela alegria de turistas e moradores. Ele é o jardineiro da praça e também se encarrega de recolher o lixo, onde encontra sapatos - e Clifton detesta jogá-los fora. Começou a usá-los para proteger as plantas da cachorrada. Daí, mais e mais sapatos começaram a aparecer na porta da sua oficina. E assim nasceu um jardim que é a cara da vizinhança.

Vez ou outra, some um par aqui, outro ali; depois novos aparecem. Para lidar numa boa com a natureza humana, só tendo mesmo um sentimento e olhar sinceros sobre vida urbana e tolerância. E ele os tem.

O jardim de sapatos é popular no bairro. Moradores trazem visitantes, as crianças correm pra lá e pra cá, as pessoas descansam nos bancos feitos de tora caídas, as risadas preenchem a praça. É curioso ver que as pessoas respondem a um tipo de beleza que normalmente a gente não chama exatamente de belo. O jardim de sapatos é o lugar onde o belo está justamente em dar dignidade a essas coisas que a gente chama de velho e joga fora.

7 comentários:

  1. Sensacional,

    primeiro protegem a planta do pé.
    depois um pé de planta. rsrs
    Tati, lindo projeto de vida.

    bjs

    ResponderExcluir
  2. manero...

    é bom saber existem pessoas que
    se interessam por sustentabilidade

    concordo com a adriana
    vc tem um ótimo projeto de vida
    quem dera eu pudesse fazer o mesmo...
    XD

    bjooS

    ResponderExcluir
  3. Adriana, adorei os trocadilhos. E viva o bom-humor!
    E voce Guilherm, tem a a faca e o queijo na mao. Vale a pena procura um jardim comunitario perto da sua casa ou se engajar como voluntario nas fazendsa urbanas daqui de San Fran. Ja ouviu falar da Alemany Farm? Linda!

    ResponderExcluir
  4. Amei a sapataria florescendo. Vou copiar descaradamente, porém com menção ao David Clifton e à viajante descobridora que você é.
    Beijos,
    Maria Betânia Ferreira

    ResponderExcluir
  5. Beta, nem me aguento ao imaginar um jardim de sapatos franceses ou italianos. Um luxo, mon dieu! Boa sorte.

    ResponderExcluir